IV Fórum Brasileiro de ZPEs produz conhecimentos a partir de experiências nacionais e internacionais


Com participantes de 16 estados brasileiros e de cinco países, foi realizado nos dias 14 e 15 de fevereiro, no Centro de Convenções do Sesc, em Luis Correia(PI), o IV Fórum Brasileiro de ZPEs, sob o comando da Associação Brasileira de ZPEs (Abrazpe), Governo do Piauí, Investe Piauí e ZPE Parnaíba. O governador Wellington Dias participou da abertura, quando recebeu, entre outras lideranças, o senador Roberto Rocha(PSDB/MA), e deu boas-vindas aos painelistas e participantes inscritos para as modalidades presencial e remota, através das redes sociais do governo.


O presidente da Investe Piauí, Victor Hugo Saraiva, destacou o caráter internacional do evento, pois reuniu no mesmo espaço de discussões, especialistas nacionais e internacionais. “Os anais do IV Fórum passam a ser uma rica fonte de pesquisa e estudos sobre o tema, especialmente com as mudanças trazidas pelo novo Marco Regulatório, o qual tornou viável o programa de ZPEs no país”, comentou Victor Hugo.


Para o presidente da Abrazpe, Helson Braga, o IV Fórum marca o relançamento do Programa de ZPEs no Brasil a partir da viabilidade trazida pela nova lei da relatoria do senador maranhense Roberto Rocha, que foi uma dos painelistas do evento. “A Abrazpe está tendo um papel central nesse processo. Na verdade a Abrazpe representa a defesa permanente dos interesses das ZPEs brasileiras”, afirmou.

Em sua fala de encerramento do fórum, Paulo Cardoso, presidente da ZPE Parnaíba, disse que o sentimento predominante na equipe encarregada pelo evento era o de gratidão e agradecimentos a todos que contribuíram com sucesso, como os painelistas nacionais e internacionais e os participantes de vários estados brasileiros. “Fazemos um agradecimento especial à coordenadora deste fórum, Luciene Cardoso, que foi incansável. Nesse ponto, Paulo Cardoso foi aparteado por Victor Hugo que completou: “Este evento foi possível pelo talento, organização, paciência, dedicação e diálogo com toda a equipe dela”. Ele destacou ainda o profissionalismo e elevado padrão do cerimonial do governo do Estado, liderado pela cerimonialista Mara Beatriz.




A principal discussão no evento foi sobre o Novo Marco Regulatório da ZPEs, tendo ocorrido um painel sobre esse tema com exposição de Helson Braga, moderação de Natasha Miranda, do Conselho Executivo do CZPE, e comentários de Martin Ibarra, vice-presidente da Organização Mundial de Zonas Francas (WFZO). O caso de sucesso da Investe Piauí e da implantação da ZPE Parnaíba reuniu no palco do auditório o secretário estadual de fazenda e coordenador do PRO Piauí, Rafael Fonteles; o presidente da Investe Piauí, Victor Hugo; e o presidente da ZPE Parnaíba, Paulo Cardoso. Eles explanaram sobre o modelo de gestão que o governador Wellington Dias escolheu para impulsionar os grandes projetos de desenvolvimento econômico do Estado.


Outro tema de grande relevância foi a inserção das ZPEs brasileiras nas Cadeias Globais, com moderação de Otaviano Canuto, ex-diretor do Fundo Monetário Internacional e ex-vice-presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID); exposição de Martin Ibarra, da WFZO e Renato Bauman, técnico do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, do Ministério da Economia (IPEA/ME); e comentários de Carlos Alberto de Oliveira Lima, assessor especial do Procurador Geral da República.


Focado na possibilidade da ZPE Parnaíba contribuir na áreas das energias limpas, ocorreu também o painel “As ZPEs e a importância do hidrogênio verde”, com moderação da Rafael Fonteles, do PRO Piauí; exposição de Marcel Haratz, CEO da NexWay; e comentários de Eduardo Neves, presidente da ZPE de Pecém, no Ceará.


Na tarde do segundo dia, foi realizado o painel “Atração de investimentos internacionais para ZPEs e Zonas Econômicas Especiais, com moderação de Jorge Arbache, vice-presidente do Setor Privado do Banco de Desenvolvimento da América Latina; exposições de Juan Torrents, presidente da Femoza, e comentários de Ekaterina Evdokimova, sócia gerente da Zona Econômica Especial de Supino Quadrat e Witold Uhma, diretor do departamento de auditoria, análise e controle da Zona Econômica Especial de Katowice, da Polônia.


“A importância crescente dos serviços nos fluxos de comércio e nas ZPEs” teve como moderador, Paulo Galindo, presidente da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação(Abrasscom); como expositor, Juan Torrents, da Femoza; como comentadores Raphael Fassoni, empreendedor e consultor de negócios internacionais e co-fundador do Estonia Hub e; Guilherme Froner, consultor jurídico da Abrazpe.


O último painel do IV Fórum Brasileiro de ZPEs teve como tema o Sistema de Controle Aduaneiro Informatizado das ZPEs. Os painelistas foram Francisco Reis, júnior, delegado da Alfândega de Fortaleza, como moderador; Raimundo Macedo Junior, diretor da Sete Informática e Jean Portela, assessor de TI da ZPE Parnaíba; e Guilherme Froner, consultor jurídico da Abrazpe.

1 visualização0 comentário